Início > Cloud Computing, Conceitos > CaaS – Communication as a Service

CaaS – Communication as a Service

03/06/2010

Comunicação como serviço ( CaaS )

Communication-as-a-Service (CaaS) CaaS é uma empresa de soluções terceirizadas em comunicação. Fornecedores deste tipo de serviço de cloud computing (conhecidos como CaaS vendors) são responsáveis pelo o gerenciamento de hardware e software, entregando serviços como VoIP (Voice over IP) e de mensagens instantâneas, além da capacidade de gerir vídeos conferências aos seus clientes.

Este modelo de negócios começou a sua evolução com a propagação da indústria de telecomunicações. CaaS vendors são responsáveis para todo o gerenciamento de hardware’s e software’s consumidos por sua base de usuários, oferecendo uma garantia na qualidade do serviço prestado.

O modelo de Communication-as-a-service permite que seus clientes corporativos implementem seletivamente os serviços e recursos em toda a empresa a partir de uma base de serviços utilizados, seguindo o preceito de que somente paga pelo o quê demanda, denominado de pay-as-you-go. A precificação estabelecida foi desenhada para usuários com um simples entendimento de que se trata de um modelo de fácil compreensão e flexibilidade.

De acordo com um press release da Gartner, datado de agosto de 2007 e revisto em janeiro de 2009, o mercado de CaaS movimentará cerca de US$ 2,3 bilhões em 2011, registrando um crescimento anual e composto de mais de 105% para o período. Normalmente, o serviço de CaaS é oferecido como um pacote, em que é possível incluir acesso integrado a serviços tradicionais de voz (ou de VoIP) e dados, funcionalidades avançadas e unificadas de comunicações, tais como chamada de vídeo, colaboração web, chat’s, mensagens em tempo real, um handset, serviços local e de longa distância de voz, correio eletrônico de voz, recursos de chamadas (caller ID, three-way e conference calling) e uma funcionalidade de PBX. As soluções de CaaS ainda incluem switching redundante, rede, POP, circuitos diversificados, redundância de equipamentos nas instalações dos clientes e um WAN fail-over que direciona endereços para as necessidades dos cliente.

Todo o transporte de componentes, via VoIP, estão localizados geograficamente em caráter diversificado, com centrais de segurança de dados para disponibilidade de acesso e capacidade de sobrevivência. CaaS oferece flexibilidade e escalabilidade que um empresa de pequeno ou médio-porte não são capazes de bancar. Os fornecedores de serviços CaaS estão preparados para lidar com picos de acesso e de carregamentos, proporcionando mais capacidade, dispositivos, modos e área de cobertura segundo as necessidades de seus clientes. Disponibilidade de rede e recursos de ajuste podem sofrer mudanças dinâmicas, portanto funcionalidades acompanham a demanda do consumo e de recursos sem que haja desperdício.

Do ponto de vista do contratante, não há risco de que o serviço se torne obsoleto, uma vez que os fornecedores realizam periodicamente upgrades ou substituições do hardware e software para manter a plataforma atual. Com isso, os clientes eliminam a necessidade de qualquer investimento de capital em infraestrutura, além dos dispêndios com manutenções em curso em suas operações. Com a solução CaaS, clientes são capazes de alavancar o seu nível de serviços de comunicação sem ter que construir uma solução base própria. Isto permite com que suas verbas seja realocadas, redefinindo onde sua equipe de TI seja ainda mais eficiente para o andamento de seu negócio.

As Vantagens do CaaS Desde um handset em cada mesa do seu funcionário para um software adquirido e instalado em cada laptop, do tronco privado de serviço VoIP, e todos os modos inseridos, cada componente da solução CaaS é gerenciada 24/7 pelo vendedor (CaaS vendor). O custo de gerenciamento de um datacenter é dividido pela base de venda dos fornecedor, sendo mais econômico implementar uma solução CaaS do que contruir a própria rede VoIP.

– parte das informações retiradas do livro “Cloud Computing – implementation, management and security – John W. Rittinghouse e James F. Ransome – CRC Press

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: